Swift

Como uma Flor #5 || Fanfic

Olá!
Pois é, minha gente, aqui estou já com o próximo capítulo (tá, demorou um pouco, mas não tanto quanto os outros XP). Esse aqui já estava quase pronto, foi mais tranquilo.

No capítulo passado: http://miraculousladybugbr.blogspot.com/2017/04/como-uma-flor-4-fanfic.html
Chloé perde a paciência e não aguenta mais a vida de heroína ("O quê?! Ficar salvando os outros?!) por ter que trocar suas atividades por resgates. Simplesmente desiste do seu papel, e logo depois perde Ranee e Nathaniel.

Como uma Flor: Contos de uma Abelha Rainha
Capítulo 05: O Nascer de um Pequeno  Broto
-Nina


Ambos voltam para casa.

No caminho, Chloé liga para Sabrina, era quem havia restado, a não ser seu pai, é claro.

-"Alô?" Diz Sabrina, sua voz era triste.

-"Sabrina, venha aqui, agora!"

-"Er, Chloé, desculpa mesmo, mas não dá!"

-"Ah, por quê?! Eu sou seu maior compromisso!"

-"Meu pai acabou de sofrer um acidente no trabalho, nã-"

-"Venha aqui agora!"

-"Chloé!? Você ouviu? Meu pai...-"

-"Não importa!"

Chloé estava no pior dos humores, e no fundo precisava de alguém, senão estaria como Ranee alertou. E estava com muito medo disso. Para ela, Sabrina deveria se dedicar somente a ela.

-"Chloé, você é impossível! Não me procure mais!" Sabrina havia começou a chorar ainda mais.

-"Sa-"
Ela desligou o telefone. Nem Sabrina a suportava mais. 

-"O que... eu vou... fazer???"

Ela sai correndo para casa, pior do que antes.

Chloé estava realmente muito triste. Nunca tinha se sentido assim. Descobre o que é viver sem ter ninguém por perto, a não ser pessoas com segunda intenção- e seu pai.

Ninguém mais a levava a sério, cansaram de se preocupar com suas "brincadeiras". Suas palavras já não eram mais ameaçadoras há tempos. 

O que temia, o que Ranee acabara de mencionar, estava se tornando realidade, tudo por culpa sua.

Ter sido heroína, mesmo por tão pouco, a mostrou que estava no caminho errado. Se fez a pergunta "Por que sempre agi daquele jeito?"; "Porque... é legal?". Não sabia ao certo, só sabia que algum sentimento dentro dela, diria "Ego", a impedia de mudar, de tomar ações diferentes, boas. 

Se bem que, nunca precisou mudar, estava bem daquele jeito. Até perder o que tinha aos poucos, por sua atitude arrogante. Perder até a moral. Por que agir daquele jeito sendo que ninguém mais ligava para ela? E a tendência era piorar. Se mudasse, só um pouco, já conseguiria verdadeiros amigos e até fãs.

Sempre quis ser amada por todas, e estava ficando cada vez mais claro que todo esse tempo ela esteve tentando alcançar tal objetivo de maneira errada.

Estava completamente só. Só tinha seu pai, literalmente. Não tinha mais importância nem status na escola. Ranee conseguiu mudar sua vida! Mas a deixou. Nathaniel abriu seus olhos, só que ela também estragou tudo. Sabrina, quem sempre estava do seu lado, finalmente se cansou.

Ainda se lembrou do que Ranee a disse, "Velha senhora amiga apenas de gatos", "Ninguém ligará para você". Sentiu um arrepio. Parecia bem real. Era isso que queria para sua vida? Também lembrou que seu pai não seria prefeito para sempre, talvez nem estivesse mais ali...
Sua vida não estava garantida para sempre, nunca esteve. Poderia perder todo o resto que sobrou de uma hora para outra. E quando isso acontecer, seu pai não estaria mais ao seu lado.

Deveria começar a agir. Logo logo a situação ficaria irreversível.

Vou tentar me segurar mais. Qualquer coisa a mais me parece muito difícil. Tento fazer as pazes com Sabrina! E Nathaniel...

Chloé, pela manhã, de madrugada, sendo mais exata, acorda com algo batendo em seu rosto. Forte.

-"AIII!!!!"

Ela olha e vê Ranee, pisoteando seu rosto com seus pequenos pezinhos de kwami, de modo enfurecido.

-"Não estávamos de mal??" Chloé grita enfurecida, mas arregala os olhos e se assusta lembrando que seu pai poderia ouvi-la.

Ranee, mesmo com tudo isso, continuou de olho na portadora. Era seu dever, e sabia disso.

-"Passou um dia sem mim, sem me chamar, implorar para que eu volte??
Hahah, não aguenta alguém jogando a verdade na sua cara, não é?"

-"... ... É." Chloé estava com sono e lembrava do que havia concluído horas atrás.

-"OII? O QUÊ? Não posso ter ouvido certo."

-"Ah, por favor, me deixa dormir! Ou enfio algodão na sua goela abaixo! E foi você que veio sem ficar nem dois dias fora."

-"Pffft, e eu achando que você tinha aprendido a lição. Bom, nem tudo pode ser consertado.
E olha aqui, você acha que tenho medo de uma pirralha como você?"

Chloé simplesmente a ignora, vira a cabeça, e fecha os olhos.

-"Ei??? Acha que te acordei à toa? Sabe de quem é a vez da patrulha?!"

-"Eu NÃO sou mais uma heroína."

-"Quem combinou com Ladybug e Chat Noir que tomaria conta da cidade nessa madrugada? Os dois devem estar no décimo sono agora. E é essa a hora que os criminosos aproveitam. Não importa o que aconteceu nesse meio tempo, combinados são combinados."

-"Então que você os acorde e avise que estou fora dessa."

-"Você está louca? Acha que um kwami pode sair por aí se mostrando para as pessoas? Estaria perdida se eu te ajudasse com essas ideias imbecis.
Como eu acharia Ladybug e Chat Noir?  As identidades são secretas, e infortunado é o kwami que as descobrir."

Chloé pensa no que a fez aceitar ser uma heroína, e em tudo que pensou na noite passada.

-"Aah, que seja, você venceu. Já estou indo."
-"Ranee, me transforme!"

Assim, Chloé fez a ronda naquela madrugada. Salva algumas pessoas, realmente. Faltando um pouco mais de uma hora para ir à escola, ela volta para casa para dormir.

Naquele dia, na escola, Nathaniel a evitou completamente. E aquele garoto já tinha a habilidade de sumir completamente normalmente.

Sabrina senta na carteira ao seu lado, como de costume.

-"Ei, Sabrina." Chloé tenta.

Ela não dá ouvidos. A expressão triste do seu rosto era clara. Ela também estava com olheiras. 'Passou a noite acordada?'

-"Me. Responda." A loira começa a perder a paciência

Continua sem resposta.

-"SABRINA!"

-"Professora, posso sentar ali?" Sabrina, séria, se levanta da cadeira e aponta para um lugar mais atrás.

-"Por quê?" A professora pergunta

-"Estou muito na frente, está me dando tontura. É que estou meio mal hoje."

-"Só por enquanto!"

Sabrina realmente junta os materiais e vai para tal lugar vazio.

-"Argh, aquela garota!!! Estou achando que vou retirar tudo que disse" Chloé resmunga baixinho.

As aulas continuaram normalmente, sem quaisquer novidades. Decidiu que iria conversar com Sabrina no recreio. E assim o fez.

"Bom, cadê a Sabrina?"

Perto da parte mais afastada do pátio onde estava, havia somente Marinette, que estava andando inquieta, de um lado para outro. Espionava por uma árvore, sussurrava para si mesma, e voltava a andar de um lado para o outro.

-"Ei, Marinette."

-"NÃO! NADA! EU... FAZENDO NADA!" Diz em tom alto e nervoso, Chloé não entendeu mesmo a reação.

-"Ah, Chloé, hehe.
Não estou no humor de suas brincadeiras hoje!" Diz com um sorriso forçado.

Chloé finge que não a escutou.

-"Viu a Sabrina?"


-"Ué, não está com você? Nem sinal dela por aqui."

Chloé tem um lugar em mente.

-"Sabrina! Sei que está aqui! Saia agora!"

Ela estava num dos jardins da escola, quase ninguém o visitava, era um grande segredo quem cuidaria dele. Era lá que Sabrina sempre ia quando estava chateada, e Chloé sabia disto.

-"Você não me engana. Estou te avisando, apareça."

-"Chloé, me deixa em paz! Você nunca pensa em mim! É egoísta! Eu não aguento mais ser sua escrava!"

-"Sabrina, pelo amor, só quero conversar. Juro que não mordo. Não se você cooperar, pelo menos."

Sabrina aparece de trás de uma árvore. -"O que é?" Diz ela em tom sério.

-"Olha..." Chloé para. Está morrendo de vergonha. 'Por que tenho que fazer isso?' Pensa para si mesma. Seu ego estava a atrapalhando de novo. Mas aí lembra da vida solitária, perdida e em vão.

-"Bem... Aconteceram... coisas?... Que me fizeram pensar. Eu agi como uma idiota com você, vi que fiz errado, argh, uma longa história! Você...."
Já foi realmente difícil dizer tudo isso, imagina o resto da frase. Desabafou de uma vez: Me perdoa?!"

-"Nossa, o que tinha no seu café da manhã hoje?
Olha, eu não consigo confiar em você mais..."

"Tudo bem! Não preciso de você mes-"
!!
Morde a língua. É agora ou nunca, pensa.

-"Desculpa. Sério. Você tem todo o direito de me abandonar caso eu faça besteira de novo." Diz revirando os olhos, de modo indiferente.

-"Ah, Chloé!" Sabrina dá um abraço na amiga, que não soube como reagir.
-"Mas sério, o que deu em você?"

-"Quem sabe um dia conto?"

As duas voltam a conversar, como nunca. É claro que Chloé não mudou completamente, mas pelo menos pensava (um pouco e de vez e quando) antes de falar ou agir. Um passo por vez! Ela só não sabia o que aconteceria nos próximos dias, e como isso a impactaria...

Faltam só mais dois! (E o último vai ser bem difícil de escrever, talvez demore um pouquinho)
E, opiniões?
Até!

Poderá gostar também de:

13 comentários

  1. Continua muito boa como sempre!<3<3
    Ansiosa pra continuação<3

    ResponderExcluir
  2. #continuação

    Vc podia fazer com que o Hawk Moth akumatizasse mais de 1 pessoa, aí o Mestre Fu chama os portadores para uma reunião e eles se aliam, a Mari e o Cat escolhem uma pessoa para ficar com o Miraculous da raposa e tal...

    :3
    :3 :3
    :3 :3 :3♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Digamos que mais de uma pessoa será afetada; lembra que a Le Paon também aparece; o Mestre Fu também tem que fazer alguma coisa. Sendo indireta XD

      Eu até podia colocar a heroína raposa, mas acho que fica forçado e demais pra 2 capítulos, e se eu for fazer mais de 7 vai dar ruim por que eu já fiz o roteiro :3

      Excluir
    2. Ah ok então, boa sorte na fanfic ;)

      Excluir
    3. As novidades dessa segunda são muitas dessa vez! Já viu?

      Excluir
    4. Na verdade ainda não vi nada :\
      Só tem coisa da HQ que já postamos ou produtos que já estão aí faz um tempo...

      Excluir
  3. Incrível!!!!
    Meu deus do céu, essa fanfic tá incrivel!!!
    😱😱😱😱😱😱😱😱
    🐞💜🐱

    ResponderExcluir

Se tiver uma sugestão, pergunta, ideia para post, opinião, algo para dizer... Deixe um comentário! Sem palavrões, falta de educação e hate!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Xat!

Respeito acima de tudo! E a única Nina verdadeira (eu) é a que tem um bonequinho dourado junto com uma estrela, não confiem tanto em quem se diz postadora, pois pode ser qualquer um. Mas conversem à vontade (dentro dos limites) :3
Get your own Chat Box! Go Large!